Antidepressivos: um risco mortal?

Esta é uma descoberta que pode causar ansiedade entre os pacientes em uso de antidepressivos. Pesquisadores da Universidade McMaster, no Canadá, mostraram um risco significativamente maior de morte em pessoas tratadas com antidepressivos do que em outras. Ao estudar os efeitos dessas moléculas em 380.000 pacientes, eles descobriram que aqueles que as tomavam regularmente aumentavam seu risco de morte em 33% em pacientes sem doença cardiovascular. Para isso, várias explicações: antidepressivos que afinam o sangue, aumentam o risco de hemorragia interna ou derrame. Além disso, os antidepressivos não têm efeitos em vários órgãos vitais - coração, pulmões, fígado ... - que precisam de serotonina e dopamina para funcionar corretamente. Os antidepressivos modificam a produção dessas substâncias, que também afetam o humor e o comportamento.

O autor do estudo, Paul Andrews, alerta: "Estamos muito preocupados com esses resultados", diz ele, "não devemos tomar antidepressivos sem entender exatamente como eles interagem com o corpo. que esses medicamentos, para a maioria das pessoas, causam mais mal do que bem e que os médicos geralmente não devem prescrevê-los ". A França, que se destaca pelo consumo industrial de medicamentos psicotrópicos, está na linha de frente. Talvez seja hora de dar um passo atrás e tentar soluções alternativas.

Vídeo: Conheça o remédio mais perigoso do mundo (Outubro 2019).

Loading...

Deixe O Seu Comentário